Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Saiba como usar uma metonímia numa redação.

Na tirinha,
a palavra "cozinha" tem o significado de "comida",
não do local onde a comida é preparada.
A metonímia
é um recurso linguístico interessante

se for bem utilizado. 

A metonímia pode garantir ao participante do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), de um vestibular ou de um concurso público pontos importantes para aprovação em redação, desde que seja usada adequadamente. É uma figura de retórica em que a palavra utilizada não está de acordo com seu contexto semântico correto, mas assume um significado objetivo dentro do contexto do tema abordado. Ocorre, por exemplo, quando se diz que "um Portinari cura caríssimo". Neste exemplo, "Portinari" é o pintor Cândido Portinari, mas o que custa caríssimo é um quadro de sua autoria. Ocorre também quando alguém diz "gosto de ler Machado de Assis", referindo-se aos livros escritos por ele, não ao escritor.
A metonímia é um recurso que tem por finalidade, entre outras, evitar a repetição excessiva de uma mesma palavra num mesmo texto. Porém, como consiste no emprego de um termo em lugar de outro, é necessário o cuidado de se observar se a substituição está adequada com o contexto da redação. Entretanto, é fácil observar isto. Basta não confundir as metonímias com as metáforas nem com as expressões idiomáticas. Na metonímia, a substituição de palavras deve ser feita de maneira tal que haja entre seus significados uma relação de dependência, não de semelhança. É o caso, por exemplo, da palavra "vizinhança" quando significa "proximidade", não algo relativo a vizinhos (moradores próximos). São casos em que uma palavra substituída e a palavra que a substitui podem até ter significados semelhantes, mas a substituição não é por este motivo, é o estabelecimento de uma relação com a ideia que se pretende expor na redação. Para saber melhor como diferenciar uma metonímia de uma metáfora, leia aqui.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!