Sinta-se à vontade para comentar e fazer sugestões.

Uso Adequado de Travessões e Parênteses

Muitas pessoas
costumam confundir 
o travessão com o hífen
ou 
pensam que ambos 
são a mesma coisa,
mas isto é um equívoco. 

Nas provas de língua portuguesa em vestibulares e concursos públicos, verifica-se com muita frequência que muitos participantes confundem o travessão com  o hífen e vice-versa. Há também os que afirmam que "travessão" (-) e "hífen" (-) são a mesma coisa. Embora em digitação o sinal seja o mesmo, cada um deles tem funções específicas. 
Também conhecido como "traço de união", o hífen é utilizado para anexar pronomes encíclicos e indicar relações, extensões, encadeamentos entre duas palavras formando uma, etc. Exemplos: "tira-teima", "quebra-cabeças", "roda-d'água", etc. Havia outros casos em que o mesmo vinha sendo empregado, mas houve alugmas mudanças quanto a isto de acordo com as novas regras ortográficas (*).
O travessão é - e continuará sendo, mesmo dentro das novas regras - usado para ligar palavras que formam encadeamentos entre dois pontos distantes ou coisas relacionadas entre si de alguma forma. Exemplos: "Rio-São Paulo", "Brasil-Argentina", "Vitória-Rio". Atente para o fato de que neste parágrafo foram utilizados dois travessões, neste caso substituindo parênteses. Eu poderia ter escrito também "O travessão é (e continuará sendo)..." ou "O travessão é, e continuará sendo, usado...". 
O travessão também pode ser utilizado para significar uma ação rápida. Exemplo: "Eu a vi - ela desapareceu." Este recurso serve para informar de forma mais breve o que eu poderia dizer da seguinte forma: "Logo depois que a vi, ela desapareceu."
Além disso, o travessão é um excelente recurso para dar ênfase a uma ideia ou pensamento. Exemplo: "A lua - linda como sempre - parecia se esconder por trás das montanhas." Neste exemplo, também poderiam ser utilizadas vírgulas no lugar dos travessões. 
Os parênteses - ( ) - são utilizados principalmente para destacar expressões ou frases intercaladas. Exemplo: "Eu gostaria de ir, mas (digo-o sinceramente) não estou disposto." Na maioria dos casos, os parênteses tem as mesmas funções dos dois travessões tais como nos exemplos em que os citei. Na verdade, numa mesma redação, usam-se às vezes os dois travessões, outras vezes os parênteses, apenas para evitar repetitividade excessiva de um dos dois recursos. 
  
(*) Procure neste blogue o artigo sobre as novas regras ortográficas.

Fonte: "Novo Manual de Português", de Celso Pedro Luft - Editora Globo. 

18 comentários:

  1. Muito bom! Esta dúvia é frequente (comigo) e percebi que aplicava de certa forma - correta - e não sabia! ;) Muito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, fico feliz por saber que o artigo foi útil a você.
      Grande abraço!

      Excluir
  2. Não compreendi:

    «Há também os que afirmam que "travessão" (-) e "hífen" (-) são a mesma coisa. Embora em digitação o sinal seja o mesmo […]»

    Está a afirmar que não se diferencia um travessão (—) de um hífen (-) no contexto digital?


    Agradeço a explicação, mas confesso que trocar hífens com travessões torna a leitura bastante mais difícil e confusa. Não me parece que no contexto digital se perca tal diferenciação, que considero bastante importante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mafalda!
      Em vários teclados, o mesmo sinal é utilizado para as duas funções porque há apenas um.

      Excluir
    2. MUITO BOA A EXPLICAÇÃO

      Excluir
  3. Primeira vez que entro neste blog, mas tive vontade de comentar para agradecê-lo e parabenizá-lo, pois foi de grande utilidade e extremamente esclarecedor.
    Mais uma vez, obrigada, parabéns, e sucesso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu depoimento é muito gratificante para mim, Tati. Sou eu que tenho que lha agradecer por ter a honra de receber sua gratidão. Conte comigo sempre.
      Sucesso sempre para você também.

      Excluir
  4. Respostas
    1. Obrigado, Thomas. Grato também por prestigiar este blog.
      Abraço.

      Excluir
  5. ODIEI NA PROVA Q VALIA 19 PONTS TIREI 3 PONTS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto comprova que você precisa estudar muito. O objetivo do blog é dar algumas "dicas", mas você tem que se dedicar mais aos estudos.

      Excluir
  6. Explicação fantástica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato, Darlene. Grato também por prestigiar o Redafácil.

      Excluir
  7. Nesta frase,tópico de um contrato:

    OBS:'' um veiculo celta
    Um veiculo Palio(dinheiro deixado na forma de bonus ao comprador)

    O termo em '' parentese '' faz menção aos dois veículos ou somente ao último?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A forma como está escrita aqui por você parece se referir, faz parecer que a explicação entre parênteses se refere apenas ao último veículo.

      Excluir
  8. Gostei! Artigo bastante útil e interessante.

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito e ainda mais tenho prova amanha e esqueci o livro na escola então esse site me ajudou muito

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!