Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

terça-feira, 5 de julho de 2016

A Importância da Redação Gramaticalmente Correta

O hábito de escrever
sempre corretamente
amplia chances
de sucesso na vida. 

O uso do "internetês" já está se tornando abusivo em muitos casos. Muitos são os jovens que o estão usando até nas redações, em respostas a questões nas provas e nas relações de trabalho. Chegou o momento em que eles precisam entender que isto compromete a comunicabilidade e traz como consequência uma série de problemas que muitas pessoas, ao que parece, nem imaginam. 
Se você é uma dessas pessoas que usam essa tal "linguagem de Internet" até mesmo fora da Internet, aconselho que procure escrever todas as palavras sempre corretamente, com o devido cuidado quanto à pontuação e todos os tipos de correção. 
Muita gente diz que usa o "internetês" para se comunicar com mais rapidez. Nem sempre isto é verdade. Muitas pessoas o usam apenas por preguiça de escrever ou digitar as palavras corretamente. Mesmo que a justificativa pela rapidez seja sincera, é preciso aquele ditado que diz que "a pressa é inimiga da perfeição". A perfeição não existe mas, ainda assim, quem sempre tenta consegui-la, sempre melhora seu desempenho. Isto também acontece no ato de escrever ou digitar textos. 
As regras gramaticais não existem apenas para que o texto fique mais bonito ou apenas correto, mas para garantir a melhor compreensão possível por parte de quem o lerá, seja esse texto uma redação no Enem ou uma mensagem no WhatsApp. Sabemos que todos os idiomas passam constantemente por processos de transformação inclusive na linguagem escrita, mas isto não justifica a deturpação ortográfica das palavras nem a ausência de pontuação. É preciso saber usar a linguagem do dia-a-dia (gírias, etc.) e os códigos recém criados na Internet nos momentos mais propicios para ela e saber discernir esses momentos inclusive na Internet. 
Basta apenas estudar um pouco a gramática para perceber que as normas gramaticais existem para facilitar a comunicação. Ninguém precisa ser um profundo conhecedor da gramática, mas todas as pessoas precisam entender que a gramática dissertativa, associada à gramática normativa, é essencial à comunicabilidade especialmente numa redação. É chamada "gramática dissertativa" porque trata da dissertação dos fatos relacionados à linguagem e a cada um dos seus processos. Numa redação isto é essencial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!