O site Collegezoom indicou várias postagens do Redafácil a seus visitantes. Veja a lista clicando no link "Site Collegezoom", logo abaixo, à direita da tela (na direção da sua esquerda).
Grato ao Collegezoom por esta honra.

sexta-feira, 22 de abril de 2016

A Expressão Literária na Redação Informativa

A redação jornalística é um dos exemplos de redação informativa.
A redação informativa
exige cuidados específicos
para que o leitor
possa confiar na veracidade do texto. 

Em outras palavras: qualquer texto, mesmo muito curto, que tenha como objetivo passar uma informação para alguém precisa seguir regras necessárias para que sua veracidade seja confirmada. Por exemplo, se você se refere a algo que você não presenciou ou desconhece, mas leu a informação numa revista, tem que citar o título da revista, o número da edição e a data da publicação (mês e ano se for mensal; dia, mês e ano se for uma revista semanal). Se a informação for baseada no que foi publicado num jornal, é preciso expor o nome do jornal e a data completa da edição. Caso você tenha se baseado no que leu na internet e pretende publicar num blog, site ou numa rede social, deve publicar também um link que dê acesso à página que você leu na internet. Exemplo: se você publicar algo relacionado ao que leu em "Coisas que você deve sabre sobre cargas horárias de trabalho" no Promertra, deve expor no seu texto um link para a página que você leu. Não há exatamente uma lei que obrigue a isto, mas é uma questão de ética. 
Numa redação informativa, deve ser incluído no texto apenas o essencial a ser informado, com detalhes suficientes apenas para um bom entendimento da informação. Isto porque o texto precisa ser cuidadosamente preparado para não causar dúvidas e ao mesmo tempo ser bem objetivo. Isto explica o motivo pelo qual, segundo alguns sites de estatística, a maioria das pessoas que acessam o Redafácil diariamente está em locais de trabalho. Muitas dessas pessoas são funcionários que buscam orientações para produzir redações mais adequadas para as relações profissionais, para seus tipos de trabalhos.
É aí que entra em cena o que se chama "expressão literária". A palavra "literária" pode causar a impressão de que isto só tem relação com obras de literatura como romances, poesias, etc. Na verdade, "literatura" é uma palavra referente ao uso estético de um texto. No caso de um texto informativo, a estética do texto não se relaciona apenas à beleza. Seu objetivo é principalmente condicionar o leitor a reagir ao que lê. A qualidade da narrativa está no que se conta e principalmente na forma como é contado.  A narração tem que ser organizada de forma que apresente de forma adequada os elementos - pessoas envolvidas, tempo e espaço ("quem", "quando" e "onde") - que compõem a narrativa.
Como foi dito num dos parágrafos anteriores, a redação tem que ser bem objetiva. Isto quer dizer que a descrição dos fatos deve ser pormenorizada mas, ao mesmo tempo, evitando detalhes desnecessários. É importante que os segmentos descritivos incluam resumos de acontecimentos que possam fornecer informações importantes para a melhor compreensão do tema da redação, mesmo que à primeira vista essas ocorrências não pareçam ter relações com ele. Para funcionários de uma empresa ou qualquer tipo de organização, e também profissionais que trabalham por conta própria, é importante saber um pouco mais sobre "descrição técnica". Por isto convido-os a ler aqui. No mesmo texto serão encontradas algumas noções sobre "relatório".  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!

Estudar não é apenas se preparar para provas.

"O Enem já está próximo. O que faço a partir de agora?" Frequentemente a estudantes fazendo perguntas como esta. Nos prog...