Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Maioria dos Leitores do Redafácil o Acessa Enquanto Trabalha

Foto: Lumium
O objetivo desses internautas
é melhorar 
seus níveis de redação
para ampliar suas capacidades de trabalho.




SimilarWeb é uma companhia de tecnologias de informação sediada em Londres, Inglaterra, que fornece serviços de análises da Internet, mineração de dados e inteligência empresarial para corporações internacionais. A mineração ou prospecção de dados é um processo de exploração de grandes quantidades de informações buscando regras de associação e sequências de tempo para verificar relacionamentos sistemáticos - neste caso, entre websites (sites e blogs). A inteligência empresarial (no Brasil, SNI - Sistema Nacional de Inteligência) é um sistema de coletas, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de informações que sirvam como suporte à gestão de negócios.
Esses detalhes explicam por que tanta gente tem acessado um website sobre "dicas" para redação, principalmente enquanto essas pessoas estão trabalhando. Especialmente no caso do Redafácil, no qual o leitor encontra explicações sobre atas"Curriculum Vitae"memorandoscartas comerciaiscorrespondências comerciais, etc. Além disto, vários artigos publicados aqui alertam sobre a necessidade de seguir regras de formalidade sempre que isto for necessário e de evitar o excesso de informalidade mesmo em redações não necessariamente formais. Segundo a SimilarWeb, 88% dos leitores em todo o mundo que acessaram o Redafácil nos últimos três meses (outubro, novembro e dezembro de 2015) o fizeram em seus ambientes de trabalho. O mesmo foi feito por 80,16% dos que o acessaram no Brasil no mesmo período.
Ainda há muita polêmica com relação ao uso da internet durante o horário de trabalho. Porém, segundo alguns críticos o fato dos funcionários estarem acessando um website como o Redafácil representa "bom senso" porque procurar melhorar seus níveis de redação em ambiente de trabalho é uma forma de demonstrar interesse em melhorar seus próprios desempenhos nas empresas ou quaisquer que sejam os tipos de organizações para a quais trabalham. Cledison Eduardo Fritzen, da Lumium, lembra o seguinte: 
"O funcionário pode estar utilizando serviços de e-mail pessoal, comunicadores instantâneos, acessando redes sociais e sites de conteúdo indevido, ao mesmo tempo que realiza, ou deveria estar realizando as atividades relacionados ao seu trabalho. Nesse ponto que entra o bom senso e a responsabilidade de cada parte. O ideal é definir em conjunto ou até através de uma cartilha de diretrizes, os limites para o uso da Internet aos colaboradores. Desse modo fica claro ao funcionário o quê, quando e de que forma pode usar a Internet para fins pessoais e o empregador mantém o direito de monitorar e penalizar caso os limites sejam excedidos."
Isto significa que se um funcionário acessa um site no qual ele encontra "dicas" que o ajudarão a sempre melhorar seus níveis de redação, ele está buscando um benefício por interesse pessoal mas também de interesse da organização para a qual trabalha. Sim, pois isto o ajudará muito a melhorar seus desempenhos funcionais quanto à comunicabilidade e à informabilidade. Deve-se deixar claro, no entanto, que isto deve ser feito nos momentos mais adequados, de forma a não prejudicar as atividades em horário de trabalho, e em conformidade com entendimentos entre o funcionário e seu líder.
Segundo o Statsie, o Alexa, serviço de internet fornecido pela empresa Amazon, multinacional de comércio eletrônico com sede em Seattle (estado de Washington, EUA), está informando hoje (4 de janeiro de 2016) que a posição do Redafácil em 2015 ficou acima de um milhão em relação a 2014 no ranking mundial. O SimilarSites, que compara blogs e sites dentro de uma mesma categoria, informa que o Redafácil obteve no ano passado, 8.632.350 no ranking global e 573.044 no ranking da categoria "People and Society" ("Gente e Sociedade"), representando um avanço de 64%.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!