O site Collegezoom indicou várias postagens do Redafácil a seus visitantes. Veja a lista clicando no link "Site Collegezoom", logo abaixo, à direita da tela (na direção da sua esquerda).
Grato ao Collegezoom por esta honra.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Um possível tema para redação no Enem 2016: "A Influência da Instabilidade Política sobre a Bolsa de Valores".

Foto: Revista Exame
Não basta entender
as matérias dadas em aulas.
Estudar significa também

manter-se bem informado
sobre todos os assuntos importantes.


"Manter-se bem informado sobre todos os assuntos importantes" significa, sempre que possível, ler jornais sabendo destacar quais são as notícias mais importantes, habituar-se a assistir a telejornais diariamente (pelo menos os noturnos, já que estudantes geralmente estão nas escolas pela manhã ou à tarde), ler jornais na internet, ir a palestras abertas ao público em geral, participar de debates, etc. Lembre-se: "participar de debates" não é apenas "assistir aos debates", é participar mesmo, debatendo, questionando, revelando sua opinião sobre o tema debatido.
Eis aqui um tema que tem grandes possibilidades de ser proposto no Exame Nacional de Ensino Médio do próximo ano. Muita gente acha que assuntos relacionados à Bolsa de Valores só interessam a economistas, empresários e acionistas. Este é um grande erro: os problemas referentes ao mercado de ações afeta toda a economia de um país e, não raramente, do mundo, e isto afeta as vidas de todos nós. Se você é uma pessoa bem informada, você sabe, através dos noticiários, que os problemas políticos que ocorrem no Brasil influenciam muito nas quedas de valores de ações. Para entender por que isto acontece, é preciso saber o que é uma Bolsa de Valores.
A Bolsa de Valores - como, por exemplo o IBovespa (Instituto Bolsa de Valores do Estado de São Paulo), no Brasil, que é a mais importante da América Latina - é um mercado no qual são negociadas ações de sociedades de capital aberto públicas e privadas e outros valores mobiliários. Essas ações são parcelas que compõem o capital social de uma empresa. Elas representam as unidades de títulos emitidas por sociedades anônimas. Uma sociedade de capital aberto (ou "empresa de capital aberto") é uma sociedade anônima cujo capital social é formado por ações negociadas sem necessidade de escrituração pública para comprovar a propriedade por parte da pessoa que as compra. O capital social é um conjunto de regras e práticas que visem promover confiança e reciprocidade entre as partes envolvidas numa negociação. 
Os valores mobiliários são também conhecidos como "títulos financeiros". São chamados "títulos de propriedade" quando se trata de ações ou "obrigações" quando se trata de crédito. Os títulos de crédito são documentos representativos de uma obrigação emitidos conforme a legislação específica que regulamenta cada tipo de ação. A obrigação é um título de crédito que garante ao seu titular o direito de receber juros periodicamente e, numa determinada data, o reembolso do capital mutuado. Há vários tipos de obrigações, mas citar cada um deles não faz parte do objetivo deste artigo. Entretanto, é importante que você aprenda sempre mais sobre isto. Clicando aqui, você obterá mais informações sobre obrigações, títulos de crédito e debêntures. Agora, já podemos ir direto ao assunto principal deste artigo: a influência que uma situação política causa no mercado de ações.
No caso do Brasil, por exemplo, o atual clima de divergências entre o Congresso (Senado e Câmara Federal) e a Presidência da República gera interpretações muito negativas do Brasil para outros países e para muitas pessoas dentro do próprio país. Isto influencia muito, por exemplo, sobre o valor do dólar no Brasil. Como diz o economista José Luiz Miranda, a instabilidade política faz com que o Brasil passe uma imagem negativa para o exterior, e isto faz com que os investidores de outros países tenham receio em investir no nosso país. Entre os que investem, muitos estão querendo parar de investir. Com isto, a entrada do dólar no Brasil se torna maior do que a saída. Isto faz com que a oferta de dólar diminua e a procura aumente. Como acontece com todo produto que é muito procurado pelos consumidores mas existem poucas unidades do mesmo no mercado, o preço do dólar tende a se elevar. Isto causa incertezas na Bolsa de Valores e agravamento da crise na economia do país.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!

Estudar não é apenas se preparar para provas.

"O Enem já está próximo. O que faço a partir de agora?" Frequentemente a estudantes fazendo perguntas como esta. Nos prog...