Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

"Informabilidade" na Redação

A - Comunicação e comunicabilidade.
B - Informação e comunicabilidade.
Embora seja muito usada,
a existência da palavra
"informabilidade"
não é reconhecida oficialmente.

Um estudante me perguntou como é possível demonstrar sua capacidade de informabilidade numa redação. Ocorre que as pessoas que usam esta palavra estão provavelmente querendo se referir à comunicabilidade. Ele justificou sua pergunta dizendo-me que tentou encontrar o significado dessa palavra em vários dicionários e não conseguiu. Provavelmente quando você digita a palavra informabilidade, aparece no seu monitor aquela linha geralmente vermelha que sinaliza como "não reconhecida pelo corretor ortográfico". Isto acontece porque, embora seja muito utilizada por palestrantes, políticos e até por profissionais de comunicação, ela não é reconhecida oficialmente pelas regras da língua portuguesa. Por esta razão, dificilmente seu significado será encontrado em dicionários.
Há pessoas que imaginam que ela tenha alguma relação com o que é informal. Porém, outras usam a palavra "informabilidade" para se referir à capacidade de transmitir informações com a maior clareza possível. Na verdade, a palavra que tem este significado é "comunicabilidade". Deve-se lembrar que "informação" e "comunicação" são duas coisas diferentes, mas a comunicação só se concretiza se houver um bom nível de comunicabilidade nas informações dadas e recebidas. A partir do parágrafo seguinte, explico isto com mais detalhes.
O principal item que reflete a qualidade de uma redação é o conjunto de informações que ela contém. Essas informações tem que estar relacionadas entre si de modo a se tornarem uma informação. Ou seja: todas tem que estar relacionadas ao mesmo tema e cada uma delas tem que ser uma sequência da informação anterior. Para isto, o autor da redação precisa saber o que é uma informação. A ilustração deste artigo mostra momentos em que há comunicação e momentos em que há apenas informação, mas que é possível haver nos dois casos a comunicabilidade.
A informação se dá através do processamento, organização e manipulação de palavras, oralmente ou num texto, para transmitir uma mensagem. Numa redação, essa mensagem tem que ser transmitida de forma bastante clara e, por isto mesmo, gramaticalmente correta, pois o uso de palavras inadequadas, a pontuação incorreta, palavras escritas incorretamente, etc., prejudicam a qualidade da informação ampliando a possibilidade de interpretação equivocada do leitor ou dos leitores. 
A informação não é uma comunicação, mas a comunicação é a troca de informações sobre um mesmo assunto. Por isto se diz que é necessário um excelente grau de comunicabilidade (não de informabilidade) numa informação. Isto porque a comunicabilidade é o grau de capacidade da pessoa se comunicar - isto é, de receber informações e transmitir outras de forma correta. Enquanto a outra pessoa ainda não a leu, houve apenas a transmissão de informações através do texto. Depois que as pessoas a lerem e a entenderem, configura-se a comunicação se o texto contiver um nível de comunicabilidade que permita que isto ocorra.

Há outro artigo sobre comunicabilidade em redação neste mesmo blog. Leia-o aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!