Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Textos dos "clássicos" ajudam a melhorar níveis de redação.

A polêmica começou
com base em obras de Machado de Assis.
A atitude correta
não é mudar a linguagem,
é ensinar seus significados. 



Desde o ano passado, vem sendo discutida entre educadores e literatos brasileiros a proposta de adaptações simplificadas de obras consideradas grandes clássicos da literatura brasileira. Segundo um artigo publicado no Uol Educação, a polêmica começou quando uma escritora publicou, com apoio do Ministério da Educação e Cultura, uma adaptação de "O Alienista", de Machado de Assis. Ela alegou que o texto original afasta os jovens desse tipo de leitura.
Sou contra isto por duas razões. Em primeiro lugar, seria uma modificação do texto original, o que considero antiético. As modificações devem se restringir quanto às ortografias, que à época desses autores eram bem diferentes das atuais. Isto sempre foi feito em cada reedição destas obras, e é necessário para que o leitor as entenda. Entretanto, transforma a linguagem culta numa linguagem coloquial é um erro grave. É negar aos jovens a oportunidade de aprender um pouco mais sobre a linguagem culta, um conhecimento que será muito importante para eles em alguns momentos da vida. 
A função de um educador não é facilitar a linguagem culta, é ensinar os significados da linguagem culta. Quando ele tenta simplificar isto a seu modo, na verdade está demonstrando suas incapacidade de ensinar o que os jovens devem aprender. Os jovens precisam entender, desde cedo, que profissionalmente e socialmente haverá muitas situações em que eles serão obrigados a lidar com palavras incomuns para eles. Portanto eles precisam saber buscar os significados dessas palavras. Precisam também entender que, quanto mais eles aprenderem esses significados, mas condições eles terão também para desenvolver redações em níveis melhores que lhes ajudarão a se destacarem também profissionalmente no futuro. 
Quanto ao que se refere à linguística  a questões gramaticais, é extremamente importante que os jovens conheçam melhor palavras e expressões antigas, seus significados, as mudanças de significados, para entenderem por que surgiram novas palavras com o decorrer do tempo, algumas das quais originadas das antigas. É importante que eles aprendam sempre um pouco mais sobre a evolução do idioma. Simplificar a linguagem culta para eles é alimentar o comodismo e impedir que eles tenham acesso a conhecimentos que, no futuro, lhes possam fazer falta.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!