Translate

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Saiba o que está realmente acontecendo no Facebook.

Um provável equívoco
está sendo compartilhado 
na própria 
rede social. 


Uma postagem que está sendo compartilhada atualmente no Facebook diz que novas mudanças na rede social estão fazendo com que os usuários vejam menos postagens de seus amigos e que estes não vejam suas postagens. Ao procurar saber mais detalhes a respeito, concluí que isto surgiu a partir de um equívoco cometido por alguém que leu sobre as novidades mas não as entendeu. 
Em seu próprio perfil no Facebook, o co-fundador da rede social, Mark Zuckerberg, publicou o seguinte no dia 11 de janeiro deste ano:

"
Nossa próxima atualização em 2018 tem o objetivo garantir que o Facebook não seja apenas divertido, mas também bom para o seu bem-estar e para a sociedade. Estamos fazendo uma série de atualizações para mostrar mais alta qualidade, notícias confiáveis. Na semana passada fizemos uma atualização para mostrar mais notícias de fontes que são amplamente confiáveis em toda a nossa comunidade. Hoje a nossa nova atualização visa promover notícias de fontes locais. 
As pessoas sempre nos dizem que querem ver mais notícias locais no Facebook. As notícias locais as ajudam a compreender as questões que interessam em suas comunidades e afetam suas vidas. A pesquisa sugere que a leitura das notícias locais está diretamente relacionada com o envolvimento cívico. As pessoas que sabem o que se passa com elas têm mais probabilidades de se envolver e ajudar a fazer a diferença.
Quando viajei pelo país (Estados Unidos, eu suponho) no ano passado, um tema que as pessoas me sugeriram é o quanto todos nós temos em comum se podemos passar por algumas das questões nacionais mais polêmicas (isto é o que também ocorre no Brasil). Muitas pessoas me disseram que pensam que se os usuários do Facebook focarem mais em questões locais concretas, todos terão mais progressos juntos. 
A partir de hoje (quinta-feira, 11 de janeiro de 2018), mostraremos mais informações de fontes de notícias na sua cidade. Se você seguir um editor local ou se alguém compartilhar uma informação sobre um fato local, ela poderá aparecer com mais destaque no feed de notícias. Vamos começar isto primeiro nos EUA, e o nosso objectivo é expandir-se para mais países este ano. 
As notícias locais ajudam a construir a comunidade, tanto online como offline. É uma parte importante de garantir que o tempo que todos nós gastamos no Facebook é valioso. Estou com expectativa para compartilhar mais atualizações em breve."

A ideia é priorizar conteúdos que ajudem na formação de laços entre os participantes da rede e que contribuam para a interação social. Realmente, se analisarmos bem a maioria dos conteúdos publicados e compartilhados inclusive por muitos de nossos próprios amigos, grande parte das atividades se desviou da finalidade principal do Facebook, que é a conexão entre seus usuários sob o ponto de vista social.
Também não é verdade o que alguns sites informam: que serão enfatizadas publicações de amigos, não notícias. O que Zuckerberg disse, segundo o texto acima, é que, em caso de notícias, serão priorizadas as notícias confiáveis - ou seja, aquelas provenientes de jornais, programas de televisão, etc., citando-se as fontes (nome do jornal ou da revista, do programa de televisão, dia da publicação, nome do programa e dia em que foi ao ar, etc.). Mesmo porque, se as notícias não forem consideradas importantes, a página principal não terá razão para ser chamada "Feed de Notícias".
Isto fará com que os usuários melhorem suas redações. Isto será necessário para que suas publicações não deixem dúvidas. Isto também criará um hábito para que procurem sempre escrever corretamente, o que será ótimo para aprimorarem seus níveis redação para outros momentos na vida. 
O que não será mais permitido no Facebook:
- Propagandas de criptomoedas, inclusive das Bitcoins;
- Notícias sem citações importantes das fontes (nome, número e data do jornal ou da revista; nome, data e horário do programa de TV e do canal, etc.).
- Postagens de empresas, marcas de produtos e meios de comunicação no Feed de Notícias (o Facebook já permite a criação de "páginas" exatamente para isto).
- Postagens pedindo ou exigindo que as pessoas as curtam, compartilhem ou copiem e colem (isto eu, particularmente, acho ótimo, pois acredito que muitas delas podem ser links para conseguir dados pessoais de quem as compartilha).
O que já é proibido mas muitos usuários não sabem disto:
Muitos usuários que criaram seus perfis sem antes ler os termos de conduta do Facebook não sabem que concordaram com o que não leram. Por isto, muitas postagens são excluídas - e às vezes o próprio perfil - quando o usuário extrapola limites e, depois, faz postagens dizendo que não entendeu o motivo da exclusão. Se você já é usuário e nunca leu a página de "Padrões da Comunidade do Facebook", acesse-a e leia-a integralmente (clique aqui). Onde você ver o link "próxima seção", clique nele todas as vezes em que aparecer e leia integralmente todos os textos que surgirão. A razão é simples: se você quer participar de uma rede social, tem que concordar com tudo que for e não for permitido. Afinal, se você continua a usá-la, entende-se que você concorda com todas as determinações.

Fontes:

1 - Perfil de Marck Zuckerberg no Facebook.
2 - G1 - Portal da Globo

3 - Exame

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!

A Importância das Palavras Digitadas Corretamente

A ortografia correta elimina dúvidas quanto ao que está sendo dito na mensagem.  "Dizer" e "falar" são duas c...