Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

O Código Escrito

O código escrito é,
em sua essência,
a própria redação.

Há vários significados para a palavra "código". Pode ser uma compilação de leis ou regulamentos, um conjunto de regulamentos aplicáveis a determinadas atividades ou um conjunto de símbolos que representam informações, ideias e/ou instruções. Numa redação, o código é um sistema de signos organizados para facilitar tanto a própria redação quanto a comprensao do leitor. 
Se você não leu o artigo anterior a este, por favor, leia-o. Se leu, deve se lembrar das diferenças entre a comunicação oral e a comunicação por escrito. A redação requer conhecimentos gramaticais suficientes para suprir a ausência de recursos que existem na comunicação oral (fala). Na fala, gestos, olhares, expressões faciais, etc., ajudam a compor as mensagens a serem transmitidas. Ou seja: são elementos do código oral. Numa redação usa-se o código escrito. A questão é que, para o texto ser devidamente interpretado por quem o lerá, não se pode criar um código escrito qualquer: é preciso usar o mais adequado para a finalidade almejada. Basicamente, as diferenças são as seguintes:


- Código oral: a pessoa que fala usa a voz e a pessoa que ouve usa os ouvidos, mas ambas trocam informações imediatamente e num mesmo contexto.

- Código escrito: o informante escreve a mensagem que será lida pelo recetor.


O código escrito é essencialmente a própria redação. O leitor será o decifrador do código. Nele a estrura e a composição do parágrafo devem se relacionar com as ideias que se quer expressar. Para isto, é importante observar as diferenças entre um parágrafo e um período (leia aqui.). É preciso lembrar que as frases e as orações também são coisas diferentes. Uma frase é uma sequência de palavras com sentido completo. Uma oração é um conjunto de palavras estruturado em torno de um verbo enfatizando o sentido da frase. 
Há situações em que um período pode ocupar todo o parágrafo, mas isto não significa que período e parágrafo sejam a mesma coisa. Veja o exemplo abaixo:


Três frases:

- Aquilo era um carro.
- Não era um carro comum.
- Era um veículo antigo e raro.


Colocadas em sequência, estas frases formam o seguinte período:

Aquilo era um carro. Não era um carro comum. Era um veículo antigo e raro.

Cada frase tem um sentido completo, o qual é ampliado pelo sentido da frase seguinte. Isto forma todo o sentido do período. O que o diferencia do parágrafo é a estrutura lógica estabelecida pela pontuação entre as frases - ainda que todo o parágrafo seja apenas um período.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!