Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Princípios Básicos da Redação de Correspondência

Importante:
As regras para redações via Internet
são as mesmas regras para redações no papel.
 
A correspondência,
neste caso,
não é simplesmente
um relacionamento entre pessoas.


Já publiquei aqui vários artigos sobre estes tipos de redação, que inclui redações oficiais, comerciais, etc. O problema quanto a isto é que se eu relatasse todas as características importantes sobre as redações de correspondência num mesmo artigo, o texto seria muito extenso, e a leitura, cansativa. Há, no entanto, que se destacar certos princípios que as diferem de outros tipos de redação, mesmo quando a correspondência se dá através da Internet. É preciso observar, por exemplo, que, quando se redige qualquer tipo de correspondência, alguns princípios quanto à mensagem, à linguagem, às formas de tratamento, a modelos padronizados mas não impedidos de serem adaptados, e ao endereçamento. Neste caso, "correspondência" não é apenas um relacionamento entre duas ou mais pessoas. É também o modo de organizar a redação. A desconsideração dessa organização causa insuficiência de informações e, consequentemente, de comunicação. Esta tem sido a principal causa de pedidos recusados ou indeferidos, prejuízos econômicos, vários tipos de mal-entenfidos, etc.
Para evitar tais problemas, s redação precisa ser planejada. O conteúdo da mensagem precisa ser bem definido antes do texto ser escrito. O remetente precisa ter ideias claras do que quer dizer ao destinatário. Por isto elas devem estar de acordo com uma sequência lógica e, em alguns casos,  até cronológica.
Isto significa que, mesmo nas relações via Internet, o estilo da redação deve conter clareza, concisão, precisão, polidez, harmonoa e correção. Portanto, mesmo sendo uma correspondência via Internet, é preciso manter a estrutura do texto. Nas cartas particulares, que também são correspondências, a linguagem pode ser informal, mas um documento oficial ou comercial necessita ter um estilo útil, direto, sem muitos apelos para aspectos afetivos. As cartas e os documentos comerciais precisam de um estilo formal porque a mensagem precisa ser tão clara e, ao mesmo tempo, tão impessoal quanto for possível.
Como conclusão, posso dizer isto: o destinatário precisa entender o que o remetente quer dizer. Isto significa que o autor da redação precisa conhecer o sentido exato de cada palavra usada por ele para escolher as que revelam suas ideias com mais clareza. Isto evitará desentendimentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!