Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

sábado, 23 de agosto de 2014

Nova Proposta de Reforma Ortográfica Ainda Não Está na Pauta da Comissão do Senado

A nova proposta
ainda precisa 
ser apresentada
em simpósio intenrnacional.



O dígrafo é a representação gráfica de um mesmo fonema por duas letras. Em algumas postagens feitas em redes sociais online, foi informado que entre os dígrafos sugeridos para serem substituídos, esta o "xç". Isto não é verdade, pois nem mesmo existem palavras na língua portuguesa com tal dígrafo. A proposta do professor Ernani Pimentel, chamada "Simplificando a Ortografia", prevê a eliminação da letra inicial "h" e a substituição de "sc" e "ss" por "s" e do "ch" por "x". Desta forma, palavras como, por exemplo, "homem", "homenagem" e "honra", seriam escritas assim: "omem", "omenagem" e "onra". Palavras como "chuchu", "chuva" e "chave" passariam a ser escritas assim: "xuxu", "xuva" e "xave". O "s"  com som de "z" também seria deixaria de existir e seria substituído pelo próprio "z". Assim, em vez de "casa", escreveríamos "caza". Também está incluída na proposta a eliminação do "u", quando este não é pronunciado nas palavras em que vem depois do "q". Desta forma, "querer" se tornaria "qerer", "qualquer" seria "qualqer", "quilograma" passaria a ser "qilograma", etc.
Segundo o autor do projeto, o objetivo é aproximar o máximo possível a linguagem escrita da linguagem falada. Entretanto, parece-me que a proposta contradiz o objetivo da mais recente reforma ortográfica, ocorrida no Brasil há dois anos: tornar a nossa escrita mais semelhante às de outros países lusófonos. Se a proposta for aprovada, voltaremos a escrever de forma bem diferente da desses países. 

Alguns veículos de comunicação já informaram que a proposta já está sendo avaliada pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CECE) do Senado, mas o professor Ernani informou que o projeto ainda não está incluído na pauta da Comissão. A divulgação tem causado muita polêmica e gerado muita discussão em redes sociais, blogs, etc. Entretanto, segundo o "Portal da Imprensa", o autor da proposta informou que ela ainda terá que ser apresentada no Simpósio Internacional Linguístico-Ortográfico da Língua Portuguesa, que ocorrerá no próximo mês em Brasília.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!