Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Intertexto - recurso interessante em alguns tipos de redação.

Na "tirinha" da "Maurício de Souza Produções", o intertexto está no quadrinho do centro.
Na capa do livro "Anjos e Demônios",
de Dan Brown,
um exemplo de intertexto:
"Autor do best-seller 'O Código Da Vinci'".
Muito utilizado 
em histórias em quadrinhos,
capas de livros e redações jornalísticas,
o intertexto 
facilita muito 
a compreensão do leitor
em outros tipos de redação. 



Pode ser que, em algum momento em sua vida, durante uma prova ou dependendo do tipo de redação que você precise fazer em qualquer circunstância, você tenha que incluir um intertexto. Portanto, saber o que é um intertexto e/ou uma intertextualidade  é algo muito importante. Afinal, mesmo que você nem sempre perceba, essas duas coisas estão presentes na sua vida com muito mais constância do que talvez você imagine.
De forma resumida, podemos dizer o seguinte: como o prefixo "inter" sempre significa "entre duas ou mais coisas", está claro que um intertexto é um texto situado entre dois outros, relacionando um com o outro. No exemplo da tirinha (na ilustração), o intertexto está resumido em apenas uma palavra ("Chuac!") que relaciona o que Magali diz no último quadrinho e o que o sapo disse a ela no primeiro. Na capa do livro, o intertexto relaciona o título do livro com o nome do autor lembrando que ele é o autor de outro livro que obteve grande sucesso de vendas. Portanto, no exemplo do livro, o intertexto tem a função de fazer o leitor perceber a referência ao autor e a outra(s) obra(s) do mesmo. O exemplo da tirinha mostra que o intertexto serve para permitir que o leitor identifique a relação entre o "antes" e o "depois".
A intertextualidade, portanto, é a inter-relação entre dois textos, evidenciada pelo intertexto. Como essa inter-relação pode estar explícita ou apenas subentendida, o intertexto não está presente somente em obras literárias. Ela está presente num desenho feito com base numa fotografia, numa pintura que represente uma paisagem real, na fotografia que faz com que você identifique a pessoa que aparece nela, etc.
Esses recursos são muito utilizados em publicidade: a marca ou logomarca faz com que o consumidor identifique o produto, principalmente se ele já o conhece. Isto também pode ser percebido num desenho animado, quando notamos que os movimentos do personagem estão relacionados ao ritmo da música. Numa canção, o refrão é um intertexto que relaciona a primeira com a segunda parte, esta com a terceira, etc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!