Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Enunciação e contexto são principais dificuldades em redações de estudantes e participantes de concursos públicos


Há muito tempo já se sabe que, nas provas de Língua Portuguesa, as principais dificuldades de estudantes e de participantes em concursos públicos é com relação à redação. No entanto a dificuldade em redação reflete dúvidas quanto a conhecimentos gramaticais, mas as principais são relacionadas à enunciação e ao contexto da redação.  Isto é muito grave, pois a dificuldade na enunciação significa que a pessoa não sabe nem ao menos como iniciar uma redação. A dificuldade quanto ao contexto complica a situação, pois demonstra que quem escreve não sabe como expor suas ideias no texto. 
A redação é o processo pelo qual se escreve um texto. A pessoa que não domina esse processo está condenada a ter grandes dificuldades ao longo da vida, pois todo bom desempenho em qualquer profissão dependerá, direta e indiretamente, da forma como ela se expressará oralmente e através da escrita. Nas provas como as do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) e de concursos públicos, é através das redações que são verificadas as habilidades das pessoas para expressar e desenvolver suas ideias, opiniões, conceitos e seu nível de informação.  Portanto, o domínio de regras gramaticais é importante, mas não ajuda quando o texto demonstra que seu autor não domina bem a enunciação e o contexto. 
A enunciação é a forma como a pessoa começa a exprimir suas ideias, opiniões, etc. É a forma pela qual ela prepara o leitor para o que este lerá. É, em síntese, a forma como se inicia a explicação sobre o tema da redação. Portanto, tem que ser elaborada da forma mais clara e objetiva possível as pessoas que a lerão. A enunciação é uma condição relacionada diretamente à análise do discurso, que é uma área da linguística que visa a análise de ideologias e de informações existentes na redação. 
O discurso não é algo apenas falado, como aqueles dos políticos em campanha eleitoral. "Discurso" é todo o conteúdo de uma redação sob o ponto de vista social. Ao redigir, a pessoa está produzindo um texto para que este seja lido por outras pessoas. Isto faz com que toda redação tenha um caráter social, não individual. Portanto, a pessoa que redige precisa ter o cuidado de pensar nas várias possibilidades de interpretações das pessoas que a lerão. 
O contexto é a situação em que a pessoa que escreve coloca sua mensagem. Ele precisa ser organizado de forma a associar ideias, fatos e informações. É o que determina todo o sentido da redação, proporcionando ao leitor a identificação de fatores que lhe permitam compreender a mensagem. Para que o contexto seja bem definido, a clareza da descrição é o fator mais importante. A descrição é a forma pela qual o autor destaca detalhes de alguma coisa, mas ele precisa ter o cuidado de se restringir apenas a detalhes relevantes. 
Você pode  encontra muitas outras informações sobre "enunciação" e "contexto" neste blogue. Para isto, utilize o espaço de pesquisas ("Search") no auto da página inicial. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!