Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Palavras, Parábolas, Vocábulos e Termos


Até mesmo em dicionários,
esses quatro itens são citados 
como se significassem a mesma coisa.
Entretanto, 
cada um tem características próprias. 

Até mesmo em alguns dicionários, "parábola", "palavra", "vocábulo" e "termo" são palavras definidas como se tivessem o mesmo significado. Há situações em que uma palavra se torna um termo e a outras em que um termo é determinado por duas ou mais palavras. São essas similaridades e, ao mesmo tempo, as diferenças que costumam fazer com que muitos estudantes, participantes de concursos públicos, etc., fiquem confusos quanto a esses quatro itens. Um pouco mais de conhecimento sobre essas semelhanças e diferenças pode ajudar muito no desempenho para produzir uma redação e para responder a questões sobre regras gramaticais da língua portuguesa.

A parábola:

Em matemática, uma parábola é uma sequência de pontos situados em locais diferentes   mas à mesma distância de um mesmo ponto, chamado "foco" ou "ponto-foco", e de uma mesma reta, chamada "diretriz". Isto gera uma curva plana côncava que caracteriza a parábola propriamente dita. 
Também são conhecidas as "parábolas" de Jesus, através das quais ele pregava seus ensinamentos. Séculos antes de Jesus, filósofos como os gregos Sócrates e Platão também usavam parábolas como formas de ensino. O que há em comum entre a parábola da matemática e a parábola como forma de ensinar é o seguinte: na matemática, o gráfico representa uma trajetória a partir de um ponto, descrita por um seguimento de linha curva que dá a ideia de um retorno não ao mesmo ponte de partida, mas a um ponto situado na mesma linha deste. No caso dos ensinamentos de Jesus ou dos filósofos, o efeito é o mesmo: o ponto de partida é uma história como exemplo para justificar o ensinamento, e o ponto de chegada, ou "retorno", é o entendimento da pessoas sobre o significado da mensagem contida nessa mesma história. 
Seguindo os exemplos dados acima, conclui-se que, em gramática, uma parábola é uma narrativa curta que encerra uma mensagem bem definida, seja com o uso e apenas uma palavra ou de uma frase. Por isto, às vezes uma parábola é equivocadamente chamada de "fábula". Uma parábola é um exemplo dado através de um história fictícia, mas que demonstra fatos da vida real, e cujos personagens são seres humanos; na fábula, as características e finalidades da história são as mesmas da parábola, mas os personagens são animais não humanos (nós, humanos, também somos animais). 


A palavra: 


A palavra pode ser escrita ou falada. Quando escrita, é um conjunto de letras numa sequência em obediência a regras ortográficas com o objetivo de dar a ela um significado que possa ser entendido por quem lê. Quando falada, é um conjunto de sons chamados "fonemas", também seguindo regras gramaticais que visam permitir que seu significado seja percebido por quem os ouve. 
Assim, a palavra "casa", tanto na forma escrita como na pronúncia, tem o significado de "moradia", "construção para servir como moradia de uma pessoa, uma família, etc.", enquanto a palavra "lar" tem o significado de "moradia", porém não simplesmente como uma casa, mas como um local onde as pessoas são felizes, vivem em harmina entre si, etc. 
Em resumo, a palavra representa uma parte do pensamento humanos. Por isto é considerada como uma unidade da linguagem humana.


O vocábulo: 


"Vocábulo" não é a mesma coisa  que "palavra". Como já foi esclarecido acima, a palavra é um conjunto de letras ou fonemas com um sentido definido. O vocábulo é a representação material desse sentido. 
Isto quer dizer que o vocábulo é a palavra quanto à sua morfologia (forma da palavra).  Assim, a palavra "carro" tem como significado o veículo de transporte, mas o vocábulo "carro" é o conjunto formado por duas vogais ("a" e "o), três consoantes ("c", "r" e "r") e duas sílabas ("car" e "ro"). 


O termo: 


O termo pode ser representado por uma palavra ou por um conjunto de duas ou mais palavras significando uma mesma ideia. Por isto é também chamado de expressão. É, portanto, uma palavra ou um conjunto de palavras revelando, para quem lê ou ouve, a intenção de quem escreveu ou fala. Exemplos:
1) João foi à escola hoje pela manhã.
2) A escola psicanalítica de Frëu ainda é uma das mais discutidas atualmente. 
No exemplo 1, "escola" é ao mesmo tempo uma palavra, cujo significado é um estabelecimento de ensino, e ao mesmo tempo um termo, por já deixar claro o significado por si mesma. No exemplo 2, a palavra "escola" assume outro significado, e o termo "escola psicanalítica de Frëud" deixa clara a intenção de que estou me referindo à linha de pensamentos criada por Sigmund Frëud.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!