O site Collegezoom indicou várias postagens do Redafácil a seus visitantes. Veja a lista clicando no link "Site Collegezoom", logo abaixo, à direita da tela (na direção da sua esquerda).
Grato ao Collegezoom por esta honra.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

O que é uma teoria da conspiração?

Fonte: blog O Anti-Pig.
"Teoria da conspiração",
"teoria conspiratória"
ou "conspiracionismo".


Uma teoria é algo que, como o nome indica, contém um teor. "Teor" é a junção dos componentes de algo. Numa teoria, esses componentes são fatos ou supostas evidências que podem conduzir a uma suposição que poderá, mas tarde, ser confirmada ou não. Portanto, uma teoria é um conjunto de princípios fundamentais nos quais são baseadas suposições, especulações, conjecturas, mas não necessariamente fatos até que estes sejam comprovados. As teorias de conspiração (ou da conspiração), também conhecidas como teorias conspiratórias ou conspiracionismo, se tornaram, inclusive no Brasil, uma espécie de modismo, e surgem aos montes cada vez que um político influente sofre um acidente, e a maioria delas não tem o menor sentido. Muitas têm a nítida influência de filmes, romances como os do escritos norte-americano Dan Brown (autor de "O Código Da Vinci", "Anjos e Demônios", etc.).
Muitas dessas pessoas costumam até mesmo citar o que viram em "filmes baseados em fatos reais". Elas parecem não entender que quando um filme é baseado em fatos reais, isto não significa que a história que o filme conta seja real. Significa apenas que o autor se baseou em fatos reais para criar outra história, que pode ser uma ficção. A maioria das teorias de conspiração é constituída por hipóteses que sugerem que duas ou mais pessoas, integrantes de uma organização ou não, tenham tramado uma situação ou um acontecimento geralmente para prejudicar ou matar alguém.
Um dos fatos mais comuns em relação às teorias de conspiração é que a maioria delas sempre gera provas contra elas mesmas, o que as torna infalseáveis (ou seja, acabam gerando provas que confirmam que elas são falsas). É a isto que os especialistas em teorias chamam de problemas da indução. Esses problemas são relacionados ao raciocínio usado para obter o conhecimento dos fatos por indução. Isto quer dizer que as teorias de conspiração generalizam propriedades dos fatos em estudo. É como se alguém que só tenha visto cavalos pretos afirmasse que todos os cavalos do mundo são pretos. Por esta razão, o termo "teoria de conspiração" adquiriu um significado depreciativo, representando muitas vezes incredulidade, dúvida, irrealidade, fruto de imaginação. Atualmente, acreditar numa teoria de conspiração é muito mais uma questão de fé do que de prova. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!

Estudar não é apenas se preparar para provas.

"O Enem já está próximo. O que faço a partir de agora?" Frequentemente a estudantes fazendo perguntas como esta. Nos prog...