Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Letras e Fonemas


Vogais e consoantes
não são letras,
são fonemas. 

No Brasil, ainda há professores de Língua Portuguesa que ensinam aos alunos que as letras "a", "e", "i", "o" e "u" são vogais e as demais são consoantes. Isto não é correto. O que se classifica como vogais e consoantes ou consonantais são os fonemas, não as letras. Os fonemas são as variações sonoras que ocorrem quando pronunciamos as palavras. As letras são sinais que usamos para representar os fonemas nas grafias das palavras. 
Além dos fonemas vogais e consoantes, há os semivogais. Os vogais são representados pelas letras "a", "e" e "o". Os semivogais, pelas letras "i" e "u". Os fonemas vogais são causados pela vibração das cordas vocais. Enquanto as palavras são pronunciadas, eles passam por um processo de transformações causadas pela passagem de ar através da boca. Com os consoantes, acontece o contrário. Os semivogais se posicionam entre vogais e consoantes. 
O objetivo principal de quem acessa o Redafácil é buscar orientações sobre redação. No entanto, é importante que também conheça esses detalhes sobre letras e fonemas, pois as letras são os principais sinais gráficos que representam os sons das pronúncias. Conhecendo esses detalhes, os alunos ganham mais condições para reconhecer o valor de cada letra. Esse reconhecimento lhe dará  condições básicas para valorizar e identificar a importância da escrita correta. Quanto mais aprendemos sobre detalhes das pronúncias, melhores se tornam nossas condições de representá-las adequadamente num texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!