O site Collegezoom indicou várias postagens do Redafácil a seus visitantes. Veja a lista clicando no link "Site Collegezoom", logo abaixo, à direita da tela (na direção da sua esquerda).
Grato ao Collegezoom por esta honra.

terça-feira, 4 de outubro de 2016

A Sintaxe da Frase

A escrita correta
não se restringe à ortografia.


Numa redação, é sempre necessário escrever corretamente. Porém "escrever corretamente" não significa apenas escrever corretamente as palavras. Como expliquei em postagens anteriores, a linguagem escrita é diferente da linguagem falada por não contar com características adicionais como gestos, tom da voz, etc. Por isto, ao redigir, é preciso estar atento quanto à morfossintaxe - ou seja, quanto às relações entre as palavras de acordo com suas categorias. Surge aí a importância da sintaxe em cada frase.
A sintaxe é geralmente interpretada como a relação entre as palavras como elementos de uma frase. É uma interpretação correta, mas há que se considerar também a relação entre as frases no parágrafo e entre os parágrafos no texto. Por isto as relações entre as palavras ocorrem de três maneiras diferentes.


- Relações de concordância:
Ocorrem entre as flexões dos adjetivos e dos verbos com os substantivos. São nominais quando ocorrem entre substantivos ou pronomes e adjetivos. Exemplos:


Bom trabalho e bons trabalhos - os adjetivos e os substantivos são concordantes em gênero (masculino ou feminino) e número (plural ou singular).

As mulheres - o artigo (neste caso, definido e feminino) concorda com o substantivo em gênero e número.


A concordância é verbal quando há harmonia entre o verbo e o sujeito da oração. O sujeito pode ser um substantivo ou um pronome. Exemplos:


A lua estava linda.
Eles se mantiveram céticos apesar das evidências.


As duas frases acima também são exemplos que mostram que a sintaxe de regência estabelece as relações de dependência ou subordinação dentro da frase. A regência é nominal quando determina relações de conexão através de preposições: "eu e você", "artigos de luxo", "confiança em você", etc. É verbal quando há verbos que negessitam de conexões: lembrar (quem lembra, lembra de alguém ou de algo); necessitar (quem ou o que necessita, necessita de algo);  procurar (quem procura, procura por alguém ou por algo). 
Os conceitos de regências verbais e nominais constam nos melhores dicionários. É importante consultá-los sempre que for possível. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!

Estudar não é apenas se preparar para provas.

"O Enem já está próximo. O que faço a partir de agora?" Frequentemente a estudantes fazendo perguntas como esta. Nos prog...