Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Enem 2015: Para fazer uma boa redação será necessário melhorar em interpretação de texto.

Ilustração: Arquivo Google
As dificuldades
em interpretar textos
e em redigir
estão intimamente
relacionadas entre si.

Com frequência, seja em concursos públicos, em vestibulares ou no Exame Nacional de Ensino Médio, percebe-se que na maioria dos casos de baixo nível nas redações também há baixo nível nas interpretações de texto. Isto parece-me fazer sentido: quem tem dificuldades para escrever também tem dificuldades para ler, e vice-versa. Não saber redigir muito bem é não saber escrever. Não saber interpretar um texto é não saber ler. Portanto, é lógico que uma coisa está relacionada a outra. Em outras palavras: para se preparar para fazer uma boa redação, não basta treinar redação; é preciso treinar leitura, e isto se faz lendo muito. Também para se treinar interpretação de texto, é preciso ler muito, mas ao mesmo tempo escrever muito. Mas lembre-se: "copiar" não é "escrever". Quem escreve, escreve seu próprio texto. Leia mais sobre isto aqui.
Na maioria dos casos, a dificuldade em interpretar textos é decorrente do desconhecimento do significado do verbo "interpretar", que significa "determinar um significado através de indução". No caso da interpretação de texto, a pessoa que o lê tem que descobrir esse significado seguindo a linha de raciocínio revelada pelo autor no texto. Se uma pessoa tem dificuldade para seguir uma linha de raciocínio num texto que lê, certamente tem também dificuldade para estabelecer sua própria linha de raciocínio para facilitar a interpretação de quem lerá sua redação.
Para que a interpretação de texto se torne algo divertido, pense que ler é como "brincar de detetive". As pistas que você deverá seguir são aquelas que o escritor deixou no texto: cada uma das palavras que ele escreveu. Tudo que o leitor tem a fazer para chegar a uma conclusão final correta - isto é, interpretar corretamente - é concentrar-se na leitura e prestar a devida atenção em cada detalhe de todo o texto.
Quando fizer uma redação, ocorrerá o inverso: de leitor, passará a ser autor do texto que será lido por alguém. A partir disto terá apenas que se preocupar em escrever seu texto coerentemente, oferecendo as pistas certas na ordem certa para facilitar a interpretação do leitor. Numa prova, quem corrigirá sua redação terá que interpretar seu texto. Portanto, para obter uma boia nota em redação, o autor terá que fazer o todo o possível para facilitar a interpretação. "Redigir" não é apenas colocar as palavras grafadas corretamente uma após a outra, obedecendo às regras ortográficas, de pontuação, etc. "Redigir" é principalmente explicar claramente, em todo o texto, da primeira à última palavra, em linguagem não muito informal, sua observação quanto à realidade e seus conceitos a respeito do tema abordado. Por mais que pareça difícil, isto não é impossível e, além disto, é necessário nas provas e na vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!