Translate

"Tolerância zero" nas correções de redações no Enem




As principais mudanças no Exame Nacional do Ensino Médio que já serão praticadas este ano se referem as correções das redações, e se devem principalmente a erros graves cometidos pelos participantes do Enem de 2012. Os participantes do Enem 2013 terão que demonstrar total senso de responsabilidade em todo o exame, mas principalmente na redação, se não quiserem ser eliminados. Essa responsabilidade se torna ainda maior levando-se em consideração que já há universidades brasileiras eliminado o tradicional vestibular e considerando o desempenho do aluno no Enem para garantir o ingresso em curso de nível superior. 
No que se refere à redação, será adotada a "tolerância zero". Haverá maior rigor quanto a erros gramaticais e ortográficos, trechos considerados indevidos causarão nota zero e tons de deboche no texto causarão eliminação do participante. A desobediência às normas cultas da língua também só será aceita em casos excepcionais. 
A redação continuará sendo avaliada por dois corretores, tal como ocorria até o Enem 2012, mas não considerada a diferença de pontos de forma que seja necessária a intervenção de um terceiro corretor. Anteriormente isto ocorria quando tal diferença chegava a ser acima de 200 pontos. A partir do Enem 2013, havendo o mínimo de 100 pontos de diferença no total e de 80 em algumas particularidades, haverá uma terceira avaliação. Cada corretor dará de zero a 200 pontos para cada uma das competências, destacando-se o domínio da escrita, a compreensão do que for solicitado na questão e a elaboração de uma proposta para intervir no problema abordado.

Para obter maiores informações, acesse o site do Info Enem: 
http://www.infoenem.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!