O site Collegezoom indicou várias postagens do Redafácil a seus visitantes. Veja a lista clicando no link "Site Collegezoom", logo abaixo, à direita da tela (na direção da sua esquerda).
Grato ao Collegezoom por esta honra.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

40 - "Florzinhas" e "Barzinhos" ou "Florezinhas" e "Barezinhos"?

Grafias como "florzinhas" e "barzinhos"
já são encontradas 
nos dicionários de língua portuguesa mais recomendados,
mas segundo muitos especialistas,
isto não significa que elas sejam corretas. 

"Qual é a forma correta, 'florzinhas' ou "florezinhas"? Esta pergunta já me foi feita várias vezes. Sempre considerei e considero como correta a forma "florezinhas". O motivo, pelo menos para mim, é evidente: se a forma plural não diminutiva do substantivo "flor" é "flores", parece-me fazer sentido que a forma plural diminutiva correta seja "florezinhas". O mesmo acontece com relação ao substantivo "bar": se o plural não diminutivo é "bares", parece-me convir que o plural diminutivo seja "barezinhos". A dúvida de muitas pessoas com relação a isto acontece porque palavras como "barezinhos" e "florezinhas" são encontradas até mesmo em dicionários de língua portuguesa altamente recomendados por escolas, profissionais de comunicação social, etc. 
O professor Sérgio Nogueira, conhecido por suas participações em programas da Rede Globo de Televisão, afirma em seu "site", "Dicas de Português" (http://g1.globo.com/platb/portugues/2007/06/27/ola-tudo-bem-40/) que as formas plurais diminutivas dos substantivos terminados em "r" podem ter as terminações "zinhos", "zinhas", "ezinhos" e "ezinhas". No entanto, o professor Pasquale Cipro Neto, apresentador do programa Nossa Língua Portuguesa" (Rede Cultura), considera essas formas como inadequadas. É grande o número de professores, tão respeitados quanto estes, que afirmam que as formas como "barzinhos" e "florzinhas" estão no grupo das consideradas "aceitáveis" por serem utilizadas amplamente na linguagem popular e em publicações em revistas, livros, jornais, etc. Segundo eles, elas são incluídas nos dicionários como se fossem corretas, mas apenas por causa de seu uso muito amplo.
Entretanto, tenho percebido que não acontece o mesmo com "poblema". Embora muitas pessoas pessoas, inclusive com formação de nível superior, frequentemente pronunciem essa palavra desta forma, mesmo estas as escrevem corretamente: "problema". Talvez seja por isto que a forma "poblema" ainda não tenha ingressado no grupo das "aceitáveis" e não seja encontrada nos dicionários. 

13 comentários:

  1. Poblema é mais questão fonoaudióloga do que de costume.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade é apenas uma questão de hábito de linguagem mesmo. Acontece muito no Brasil, onde pessoas falam "poblema" mesmo sabendo que a forma correta é "problema". Quanto ao que você quis dizer, a forma correta é "questão fonoaudiológica", e não "questão fonoaudióloga". "Fonoaudióloga" é a mulher profissional em fonoaudiologia.
      Abraço!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Olá, Dennis!
      Obrigado, amigo,e grande abraço!

      Excluir
  3. Minha dúvida é a seguinte:
    - plural de bares = barezinhos e singular de bar = barzinho?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Docinho Poa!

      Por ser uma palavra usada com muita frequência, "barzinhos" costuma ser "aceita", mas não é a forma correta. Realmente a forma diminutiva de "bar" é "barzinho", mas a forma diminutiva correta de "bares" é "barezinhos". O mesmo ocorre com a palavra diminutiva de "flores": é "florezinhas", e não "florzinhas".
      Abraço!

      Excluir
  4. Eu errei uma questão em uma prova de bolsa de estudos, em que o plural de ponto-socorro estava como pronto-socorros. Já procurei em diversos lugares e mesmo a forma anômala não encontrei. Acredito que haja somente prontos-socorros mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Você tem o direito de exigir uma reparação. Se você colocou como resposta "prontos-socorros", você acertou. A forma plural correta é "prontos-socorros" mesmo, e mesmo de acordo com as novas regras ortográficas, continua sendo escrita com hífen. Neste caso, as duas palavras que compõem a palavra composta são substantivos; portanto, tem que ser as duas na forma singular ("pronto-socorro") ou as duas no plural ("prontos-socorros". Um substantivo está relacionado ao outro; portanto, se um estiver no singular, o outro também tem que estar no singular; se um estiver no plural, os outro também tem que estar no plural.
      No caso de uma palavra composta como "guarda-chuva", por exemplo, o plural é "guarda-chuvas". Isto porque neste caso, embora "guarda-chuva" seja um substantivo, o nome não é formado por dois substantivos: "chuva" é um substantivo, mas "guarda" é uma derivação do verbo "guardar".

      Há uma regra bem simples que torna mais fácil a eliminação de qualquer dúvida sobre o plural de palavras compostas. Segue abaixo:

      1) No plural de uma palavra composta, as duas palavras que a compõem são escritas no plural quando são:
      - Dois substantivos:
      abelha-mestra - abelhas-mestras
      pronto-socorro - prontos-socorros
      matéria-prima - matérias-primas

      - Um adjetivo e um substantivo:
      curto-circuito - curtos-circuitos

      2) No plural de uma palavra composta, apenas a segunda palavra é escrita no plural quando:
      - a primeira for um verbo e a segunda for um substantivo:
      cata-papel - cata-papéis
      guarda-roupa - guarda-roupas
      lustra-móvel - lustra-móveis
      bate-bola - bate-bolas
      bate-papo - bate-papos

      - Um advérbio e um adjetivo:
      abaixo-assinado - abaixo-assinados
      além-mar - além-mares

      3) Mesmo no plural, as duas palavras são mantidas na forma singular quando são:
      - Um verbo e um advérbio
      bota-fora - os bota-fora
      - Um verbo e um substantivo com uma preposição entre ambos:
      fora-da-lei - os fora-da-lei

      Espero te-lo(a) ajudado.
      Abraço!

      Excluir
  5. Só há uma dúvida: não me parece que 'pronto' em pronto-socorro seja substantivo, mas adjetivo. Pronto está qualificando o tipo de socorro. Isto não muda, no entanto, o plural de pronto-socorro que é prontos-socorros (um adjetivo e um substantivo).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Pronto" neste caso significa imediatismo. Isto o torna um substantivo.
      Abraco (sem a cedilha porque estou usando um celular).

      Excluir
  6. Respostas
    1. As regras são muito claras; portanto não há razão para dúvidas. Além disto, como o que está em questão a forma plural, a forma correta é "pequenas flores". Entretanto, se escrever "pequenas flores" ou "flores pequenas" muitas vezes, ficará evidente que o autor da redação tem receio de não escrever"florezinhas" corretamente. Poderá perder pontos por isto.

      Excluir

Obrigado pela sua participação!

Estudar não é apenas se preparar para provas.

"O Enem já está próximo. O que faço a partir de agora?" Frequentemente a estudantes fazendo perguntas como esta. Nos prog...