Caros leitores:

Constantemente faço modificações no Redafácil porque elas sempre são necessárias, inclusive para facilitar o acesso às postagens e a leitura. Suas opiniões e suas sugestões são muito importantes para mim. Vocês podem expô-las nos espaços para comentários abaixo das postagens.

Grato pela sua colaboração.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Muitas Perdas de Pontos em Redação São Causadas por Comodismo.

O pensamento 
de que o importante
é conseguir expressar a ideia
leva os estudantes a equívocos.


No Brasil, este é um problema muito recorrente no Exame Nacional de Ensino Médio, nos vestibulares e em concursos públicos. O pensamento de que o mais importante é expressar o que se quer dizer no texto é correto. O problema é que muitos participantes das provas pensam que, por isto, a forma correta de escrever não é tão importante. Isto lhes causa um comodismo, fazendo-os deixar de demonstrar seus conhecimentos gramaticais, que são muito importantes, e faz com que eles demonstrem incapacidade de se comunicarem corretamente. Este é um erro gravíssimo, pois as regras gramaticais - inclusive as ortográficas - da língua portuguesa, tal como no caso de qualquer outro idioma que as possua, existem exatamente para que o leitor entenda o conteúdo do texto o mais claramente possível. Palavras escritas de forma errada, expressões inadequadas em relação ao contexto, são problemas causados pela inobservância das regras gramaticais e não somente dificultam o entendimento: geralmente causam entendimento até mesmo contrário ao do que o autor do texto pretende dizer.
É também necessário evitar sinais que nada tem a ver com uma redação mas são usados nelas durante as provas. No Enem e em vestibulares já ocorreram usos de sinais como, por exemplo, "<" e ">". Esses sinais significam, respectivamente, "maior do que" e "menor do que", mas foram criados para serem utilizados em cálculos matemáticos, não em redações. Numa redação, é preciso deixar de lado a preguiça de escrever e usar as expressões corretas.
Outro erro muito comum nas redações durante as provas é o uso do sistema popular de comunicação via internet nas redações. Não se deve escrever "siglas" como "vc" ("você"), "pq" ("porque"), "kd" ("cadê...?")(*), etc. Mesmo numa redação aparentemente informal, durante uma prova, num preenchimento de fomulário, num texto para solicitação de emprego ou seja qual for a finalidade da redação, o candidato necessita produzir um texto claro e bem objetivo. Isto só é possível escrevendo de forma sucinta mas ao mesmo tempo correta.

(*) Numa pergunta dentro de uma redação, evite também o uso da palavra "cadê". Escreva "Onde está...?".     

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!