Translate

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

"Grande Maioria", "Pequena Maioria", "Grande Minoria" e "Pequena Minoria"


Parecem pleonasmos,
mas não o são.


Não somos obrigados a concordar com o que diz a frase de Charles Bukowski (1920-1994) ou com a opinião atribuída ao poeta alemão na ilustração, mas a forma como a expressão "grande maioria" foi inserida é válida como exemplo. A redundância é o excesso de palavras numa mesma expressão. Por exemplo, "subir para cima" é uma redundância porque o verbo subir já indica um movimento para cima. Há, no entanto, redundâncias que são permitidas para dar ênfase à expressão. Por exemplo: "vi com meus próprios olhos". É claro que ninguém pode ver alguma coisa através dos olhos de outra pessoa, mas esse tipo de pleonasmo tem como significado algo como "se eu mesmo não tivesse visto, eu não teria acreditado".
Entretanto, expressões como "grande maioria" e "pequena minoria" não são pleonasmos. Para entendermos isto temos que recorrer à matemática e fazer pequenos cálculos de porcentagem. Suponhamos, por exemplo, um grupo de 300 mil pessoas. Cinquenta por cento (50%) desse total são representados pela metade: 150 mil pessoas. A metade de cada metade representa 25% do total - ou seja, 75 mil pessoas. Portanto, qualquer porcentagem acima de 25% é uma grande maioria. Qualquer porcentagem acima de 50% e abaixo de 75% é uma pequena maioria.
Quanto à minoria (qualquer porcentagem abaixo de 50% do total), ocorre uma grande minoria se a maior da menor parte dos 100% exceder à metade dessa menor parte. Suponhamos um cálculo de 40 por cento (40%) do total. Isto representaria 120 mil pessoas. A metade desta parte representa 20 por cento do total: 60 mil pessoas. Em relação às 300 mil pessoas, qualquer número abaixo de de 60 mil é uma pequena minoria. É claro que um número cada vez menor representa uma minoria cada vez menor. Por tanto, a "menor minoria" e a "maior maioria" também não são redundâncias nem pleonasmos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!

"Eleição" e "pleito" não são a mesma coisa.

É preciso saber a diferença entre a eleição e a concorrência à eleição.  "Eleição" e "pleito" são duas coisas ...